Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Senhor doutor,

Mais uma vez, enquanto lia algumas cartas, as gotas para a conjuntivite voltaram aos meus olhos. Como sabe a situação tem vindo a repetir-se. As gotas para a conjuntivite voltam, sim, aos olhos; deve estar nas contra-indicações e tudo, embora o senhor doutor nunca me tenha falado disso, o que, muito sinceramente, faço por esquecer... 

Peço-lhe que seja franco comigo. Não adianta arriscar diagnósticos típicos de outras áreas de especialidade, como volta e meia gosta de fazer. Não, não é comoção; não sou nada dessas coisas e o senhor doutor, sendo meu médico há tantos anos, já um amigo, sabe disso. São definitivamente as gostas para a conjuntivite que me voltam aos olhos. Assim que leio, elas voltam. No início isto só se dava quando lia as cartas da minha mulher, mas agora já há páginas de romances (e nem precisam de ser bons) que provocam o mesmo efeito, o que contraria aquela sua infeliz ideia de que tudo não passava de saudade – hipótese refutada; nem tudo é mau!

Com a sua missão de fármaco cumprida há alguns anos é provável que as gotas, fartas de mim, voltem agora aos olhos, procurem sair; se as pessoas se fartam umas das outras, talvez os químicos também se fartem de nós - não me parece que isso tivesse pouco a ver com esta vida... 

Mas, não duvido nada, são mesmo gotas para a conjuntivite; é um líquido completamente distinto daquele que constitui uma lágrima, e o senhor doutor não queira esquecer-se disso só para não se lembrar de que não me informou devidamente acerca das contra-indicaçõe! 

Faço intenção de, assim que estiver melhor, enviar também uma carta à minha mulher para me queixar da forma negligente como ela me ponha as gotas – temperava as suas saladas com muito mais cuidado... Estou convencido de que isso também contribuiu para o meu actual estado.

Estas coisas, bem sabe, confesso-as só a si, porque, sendo meu médico há tantos anos, considero-o também um bom amigo.

Tenho de me despedir já, infelizmente: neste preciso momento estou a sofrer com mais um ataque de gotas para a conjuntivite que voltam. Que desgraça, esta que se abateu sobre mim!

Espero uma resposta, com o desejo de marcar uma consulta – ou um café, se achar mais útil.

Saudações amigas,


Cosme Lobo

 

António Trindade Vieira

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

cronicasinuteis@sapo.pt