Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O Mergulho ou o espaço em volta

por cincodiasuteis, em 01.09.14

Por vezes, quando a água salgada me apanha os joelhos vêm-me aqueles versos à cabeça

 

My body is a cage

That keeps me from dancing with the one I love

But my mind holds the key

 

Deixo o corpo estendido em pensamentos antes de me atirar para o mar e durante segundos sou um espírito irrequieto com a água a invadir-me, aos poucos, o corpo. Depois quando mergulho quebra-se a distância  que estabeleci com o oceano. Um bom mergulho sucede um reflexo do dia que tiveste, da vida que levaste, das coisas que deixaste de sentir por receio, no fundo, sucede o momento em que aceitas que o mar te engole. Quem faz férias de praia ou de piscina (eu aconselho o mergulho no mar por ser mais profundo) há-de entender, de alguma forma, que o “espaço” antes de um mergulho é um ritual cheio de introspecção e retrospectiva; o mergulho é uma libertação por nos ser tão leve carregar o nosso mundo dentro de água. O que custa, de facto, é levá-lo às costas até ao fundo do mar onde os versos fazem sempre sentido

 

 

Set my spirit free

Set my body free

 

Vêm e vão como pensamentos contra as rochas; as ondas passam por cima do meu corpo, agora em modo videoclip à flor da pele onde o riff é mais importante do que a letra, e apagam o rastilho de ideias quem vem desde areia. Bracejo, nado, rodopio: são tudo coisas que faço por querer pertencer ao mar.

No fim, deixo que o calor seque o meu corpo ajudado por uma brisa que soa a Bowie, mas é só vento. Olho o espaço em volta e há sereias a mergulhar com o sunset no pensamento e balofos que brincam ao faz de conta com as criancinhas que se mijam de tanto rir. Fora de água tudo é chato: é assim a vida e os meus pensamentos

 

- Aquilo ali é Marrocos ou o horizonte? É que se for Marrocos eu tenho uma grande visão.  

 

Se eu soubesse o que sei hoje tinha dado outro mergulho. 

 

Pedro Ramalhete

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

cronicasinuteis@sapo.pt