Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Atira-te ao Mar e Diz que Te Empurraram

por cincodiasuteis, em 07.08.14

As imagens televisivas explicam o caso da Praia de Mira muito rapidamente. Ia realizar-se uma corrida de touros e um grupo de anti-taurinos decidiu manifestar-se. Quando chegaram os forcados nas suas viaturas, os manifestantes decidiram rodeá-las, bater nos vidros e insultar quem estava lá dentro. Um dos carros acelerou e travou rapidamente e o grupo de cerca de 40 pessoas veio queixar-se para a televisão de que os tinham tentado atropelar.

 

A ver se eu percebo: metem-se à frente dos carros e dizem que os tentaram atropelar? É um bocado como diz a canção: “atira-te ao mar e diz que te empurraram” (na verdade, a letra é empurrarem). 

 

O que eu aprecio é que tenha aparecido uma rapariga que era uma evolução da Maria José Valério, pois esta tinha o cabelo totalmente verde. Foi a única pessoa identificada e disse que não tinha como intenção fazer nada aos carros. Isso deixa-me um pouco mais descansado. Ela é um desastre, mas nunca faz nada com intenção. Se calhar, também não tinha intenção de ter o cabelo daquela forma. Ainda assim, é um sinal: daquela cabeça não saem ideias maduras.

 

“As touradas são uma prática medieval”, dizem eles. Rodear carros e bater nos vidros só não é medieval, porque não havia carros nessa altura. Mas o pensamento está lá. “Antigamente também era tradição apedrejar mulheres”, dizem eles. Então vão para a porta das praças de touros apedrejar pessoas. “As touradas são uma tradição apoiada por uma minoria”, dizem eles. Depois são 40 pessoas à porta enquanto há milhares lá dentro a assistir.

 

Nada disto tinha acontecido e, provavelmente, hoje estaria mais desesperado porque não tinha tema para escrever (afinal ainda tenho que lhes agradecer), se tivessem feito jus ao nome da terra. É Praia de Mira. Não é “Praia de Mira e Insulta Enquanto Tenta Boicotar”.

 

Não se trata de se ser a favor ou contra as corridas de touros. Cada um tem as suas ideias. Trata-se de não compreender que ninguém foi proibido de se manifestar pela polícia depois dos desacatos. As corridas de touros são um espectáculo legal. Sejamos a favor ou contra. Isto é um facto. O que é ilegal é tentar boicotar uma coisa que é legal. Isto é outro facto. Manifestem-se, mas de forma cívica. Como é suposto as pessoas serem. Ainda que isso pareça um insulto para alguns.

 

Francisco Mendes

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

cronicasinuteis@sapo.pt