Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


É Disto Que o Meu Povo Gosta

por cincodiasuteis, em 14.10.14

Há coisas que me conseguem deixar muito espantado. O facto de Cristiano Ronaldo não ter respondido a uma pergunta da CMTV numa conferência de imprensa da selecção não é uma delas. Aquilo que me deixa verdadeiramente espantado é a reacção que as pessoas tiveram.

 

Vamos por partes: Cristiano Ronaldo estava naquela conferência de imprensa enquanto jogador da selecção nacional de futebol. Para quem não sabe, a Federação Portuguesa de Futebol é uma entidade pública, o que significa que diz respeito a todos os cidadãos portugueses. Gostem ou não de futebol. Acresce ainda o facto de Cristiano Ronaldo ser capitão da selecção. Ele não estava naquela conferência de imprensa a representar-se a si. Estava a representar a selecção e, por extensão, a Federação e o futebol português. Se lhe tivessem feito uma pergunta íntima, eu entendia que se negasse a responder. Assim, apenas tomou a sua opinião pessoal sobre órgão de comunicação social em causa como a posição oficial da Federação e do futebol português. Claro que não fez conscientemente. No entanto, isso revela um dos problemas de que já falei: Cristiano Ronaldo não é maior do que a selecção portuguesa, porque, simbolicamente, isso significaria que era maior do que Portugal. Portugal até é um país pequeno e, se ele não diminui o ego quando entra em solo nacional, arriscamo-nos a que não caibamos todos dentro dos limites definidos pelas nossas fronteiras.

 

Aquilo que mais me deixou espantado foram as reacções populares de regozijo pela ausência de resposta do Cristiano Ronaldo. Não se trata de gostar ou não gostar do Correio da Manhã ou da CMTV. Cada um tem direito a gostar do que quiser. Trata-se apenas das obrigações que cada um tem que cumprir. Todos no nosso dia-a-dia temos as nossas. Gostemos ou não. Cristiano Ronaldo acha que não. E o povo gosta.

 

Por outro lado, nunca gostei de que as pessoas se aproveitassem de quando estão em situação de vantagem. Cristiano Ronaldo estava em vantagem, porque sabia que a jornalista não lhe poderia dizer nada, pois colocaria em causa o seu emprego. Decerto que Cristiano Ronaldo também achava injusto que as pessoas que estão em vantagem se aproveitassem disso e o obrigassem a engolir sapos naqueles tempos remotos em que jogava à bola na rua. Com certeza que nenhum de nós gosta que nos façam aquilo, sendo que muitos de nós trabalha para marcas impopulares e nós não temos qualquer tipo de responsabilidade nisso, e, portanto, não gostamos de sofrer as consequências dessa mesma impopularidade. Mas como foi Cristiano Ronaldo e passou na televisão, o povo gosta.

 

Por fim, estranho que a opinião da corrente seja a de aplaudir Cristiano Ronaldo e fazer sangue ao Correio da Manhã e à CMTV, quando o jornal é o mais lido em Portugal e o canal é dos canais de informação mais vistos. Algo aqui não bate certo e não é só o Correio da Manhã e a CMTV, porque disso o povo gosta.

 

Francisco Mendes

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

cronicasinuteis@sapo.pt