Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os meus cadernos

por cincodiasuteis, em 09.10.14

Tenho escrito menos aqui. O desafio era escrever um texto todos os dias, de segunda a sexta, para me tornar mais disciplinado. Precisamente por andar a falhar, estou convicto de que o objectivo inicial tem de se manter.      
 
Além da disciplina, também preciso de treinar a organização. Sei que escrevi um bom texto algures, mas não o encontro. O que tenho escrito (muitos fragmentos) está em cadernos e em folhas que vêm não sei de onde. Ando com quatro cadernos na mochila; dois deles eram para escrever, mas entretanto todos perderam a função que lhes destinei. Para que me ajudem a ser uma pessoa mais organizada deixo aqui alguns exemplos daquilo que se pode encontrar em cada um deles.  

 

Caderno I - O Diário      

Obrigado, meu Deus. Dê-me saúde, força, paciência… Agarra na minha mão e faz-me um escritor.      

Abençoa a Catarina, os meus pais, a minha irmã e o João.       

7º plano capa c/ PROJECTO FIBRAS E FOTÕES DO ISEL

Tarde – almoço trazido de casa              

Spinoza, Leibniz, Swendenborg…

 

Caderno II - Ficções

Comtemplava os quadrados no chão sob os quais deixava confissões – os pais, sem saberem, pisavam os seus pecados.

orgulho dela /cartomante / músculos

“Para J. talvez fosse mais fácil, não só com a rapariga, mas também porque ela tem um misto de calor e frieza que é muito difícil de perturbar do exterior.

O TOLENTINO ESTÁ COM AR DE QUEM NÃO ESTÁ A CONCORDAR COM NADA!              

Senhora da Rocha – Armação de pêra

Lista de livros:

  • “A Herança Perdida”, James Wood
  • “O Génio”, Harold Bloom
  • “O grito”, Rui Nunes

Caderno III – Trabalho

Três bilhetes duplos para esta terça-feira           
Rosa Maria Castro 8055302

Trindade Vieira é o romancista lá da casa…

As tuas pernas não estavam cruzadas, mas ainda assim apenas os meus olhos.

Setembro – Dezembro 2014 A primeira novela – pouco estilo, seco

“Aqui jaz um verme”

Loucura – Lucília do Carmo

 

Caderno IV – Uma agenda improvisada

Entrevista – 26 de Setembro (Perguntar ao A. com quem!)       

“Enquanto eu associo estas imagens, um homem velho curva-se para um monte de areia.”

Quantos metros tinha Liev Tolstói?

Contos da Flannery – 9

Anna Karenina – 10

Melhores contos Orientais – 3, 4

 

E também comprei uma agenda a sério. Lembrei-me agora, quase um mês depois. Preciso de anotar em qualquer lado que tenho uma agenda.      

 

António Trindade Vieira

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contacto

cronicasinuteis@sapo.pt